• Dr. Paulo Tenório

Depressão Pós-Parto: você não deve suportar tudo!

Depressão pós-parto (DPP) é um tipo de perturbação do humor associada ao parto, podendo afetar ambos os sexos. Os sintomas mais comuns são tristeza profunda, fadiga, ansiedade, episódios de choro, irritabilidade e perturbações no sono ou na alimentação. Os sintomas manifestam-se geralmente entre a primeira semana e o primeiro mês a seguir ao parto. A DPP pode também afetar negativamente o recém-nascido. Embora a causa exata de DPP não seja ainda clara, acredita-se que se deva a uma combinação de fatores físicos e emocionais. Entre estes fatores estão as alterações hormonais e privação de sono. Os fatores de risco incluem episódios anteriores de depressão pós-parto, perturbação bipolar, antecedentes familiares de depressão, stresse psicológico, complicações da gravidez, falta de apoio e perturbação por abuso de substâncias. O diagnóstico tem por base os sintomas. Embora a maior parte das mulheres atravessem um breve período de ansiedade ou tristeza denominado tristeza pós-parto, quando esses sintomas são acentuados e com duração superior a duas semanas deve-se suspeitar de DPP.


Entre as pessoas de risco, fornecer apoio psicossocial pode ajudar a prevenir a DPP. O tratamento da DPP pode incluir psicoterapia ou medicamentos. Entre os tipos de psicoterapia que têm demonstrado ser eficazes estão a terapia interpessoal, terapia cognitivo-comportamental e terapia psicodinâmica.


Algumas evidências apoiam a administração de inibidores seletivos de recaptação de serotonina.


A depressão pós-parto afeta cerca de 15% das mulheres por volta do parto. Estima-se que afete também entre 1% e 26% dos novos pais. A psicose pós-parto, uma forma mais grave de perturbação de humor pós-parto, afeta 1–2 em cada 1000 mulheres.[5] A psicose pós-parto é uma das principais causas de homicídio de crianças com menos de um ano de idade que, nos Estados Unidos, ocorre em cerca de 8 em cada 100 000 nascimentos.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

respeito. qualidade. amor.